Opinião

Crônica — O BRASIL DA COPA


Acabo de chegar da Escola. Vejo minha mãe, meu pai, meu irmão, minha irmã e até meu avô de 97 anos ligados no noticiário das oito e meia, preferencialmente no 'Jornal da Record'. Noticiais árduas, que faziam com quê minha família suspirasse e imaginasse naquelas situações, vividas por muitos brasileiros, como: “Mãe é presa pra salvar o filho”; “Adolescente é executado deixando duas filhas”, “Homem esquarteja quatro crianças”, “Professor é preso por pedofilia”, “Famílias destruídas pelas drogas”, “Mulher morre por desnutrição”, “Duas crianças abandonados vivem em viaduto”. 

Enquanto isso, tomo banho, visto minha roupa de dormir, como alguns biscoitos e vou assistir junto a eles “o segundo melhor jornal do Brasil”. No mesmo noticiário foram exibidos os grandes investimentos na Copa do Mundo da FIFA, que acontecerá no Brasil. As noticias do jornal eram nacionais. 
Mas como um país que enfrenta tantos problemas como adolescentes no crime, assassinato de crianças, pedofilia, drogas, desnutrição, abandono de incapaz..., sediará a tão famosa Copa?


No dia seguinte ligo a TV, provavelmente á uma hora da tarde, deparo-me com uma reportagem do 'Jornal Hoje' falando sobre “as tecnologias dos estádios que sediarão a Copa no Brasil”. Não é que sou contra a Copa em si, mas é que sou a favor de uma Saúde de qualidade, assim como a Educação, Cultura, Sustentabilidade, Segurança... O mundo ainda não acabou... talvez possa “viver” mais dois séculos. A Copa no Brasil poderia ser depois, quando o “país do Futebol” estivesse em condições melhores. Sabendo-se que o dinheiro da Copa é tirado dos cofres públicos. Sim, do meu e do seu dinheiro! O dinheiro da luz e da água que você paga mensalmente, ou você não usufruiu desses serviços?
Passa-se exatamente uma semana. Chego da escola, tomo banho, acesso a Internet e vou a TV. Situações normais para um estudante de quinze anos. E vejo descaradamente o “fenômeno” Ronaldo dizer: “Hospital não faz Copa do mundo” e o “rei” Pelé a afirmar: “Vamos esquecer manifestações e vamos pensar que a seleção é o nosso país, o nosso sangue”. São atitudes que lhe agrada, brasileiro? É isso que temos que aceitar? Eu sei que hospital não faz Copa do Mundo, mais tenho certeza de que uma saúde de qualidade, neste país, trará benefícios para o povo, e não para os cartolas corruptos. E eu não vou pensar que a Copa é o Brasil, ou que a Copa é meu sangue. A Copa é apenas, um evento esportivo que vai tirar bilhões de reais do nosso bolso. Os benefícios? Eles acham que o PIB brasileiro vai crescer assim como o dos Estados Unidos, que gastou pouquíssimo na Copa porque seus estádios não precisaram ser reconstruídos. 
E você, brasileiro? Gostou que o seu país irá sediar o maior evento esportivo do planeta? Cabe a você o futuro do seu país, cabe a você o futuro do seu Brasil. Cabe a nós o destino “Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada Brasil!”.
- Sim, tenho que me acalmar. Acho melhor ir assistir algo do meu interesse. Como o Pica-Pau ou, quem sabe, Tom & Jerry.
Esta coluna se baseia na opinião
de Francisco Cavalcante

.
--
Copyright © 2013 Jaguaribara em Foco. Blogger Template by BloggerTheme9
Proudly Powered by Blogger.
back to top