sábado, 22 de julho de 2017

Editorial: Jaguaribara tem sim opção cultural, o que falta é engajamento da população para apreciá-la.

Posted at  sábado, julho 22, 2017  |  in  Editorial

Foto: Reprodução/Jaguaribara em Foco
Preservar a memória de um povo é de suma importância para sua consolidação socioespacial. Falar em memória coletiva é falar de nossa própria identidade, afinal somos todos seres históricos e é a junção de referências passadas que formam a sociedade em que nos inserimos hoje. Tais referências constituem o nosso patrimônio cultural. No entanto, acabamos não valorizando como devia esse importante bem que podemos chamar de nosso.

O município de Jaguaribara é dono de uma riqueza histórica imensurável. Conhecido por lutar diante as dificuldades, o povo jaguaribarense sempre resistiu aos retrocessos sociopolíticos colocados em seu caminho. Desde a notícia da construção da Barragem do Castanhão até os dias de hoje, o mesmo povo se une e persiste na luta com coragem e esperança na busca do tão prometido e sonhado progresso. Nesse contexto, perpetuar nossas raízes e riquezas históricas para as gerações futuras é uma obrigação da população enquanto conjunto de cidadãos críticos. E nós estamos fazendo isso?

Afirmar que Jaguaribara não tem cultura é uma hipocrisia exacerbada. Jaguaribara tem sim opção cultural, o que falta é engajamento da população para apreciá-la. O nosso município é rico nessa questão. Sim, história também é riqueza e não está à venda como qualquer outro bem cultural. Precisamos valorizar o que temos e se orgulhar disso, porque o ser humano, de maneira geral, tende a valorizar algo apenas quando perde. Não vamos esquecer-nos de nossa memória coletiva, pois ela é o que nos mantém unidos no mesmo barco, na mesma reivindicação e na mesma vitória.

A Casa da Memória de Jaguaribara, que estava sem funcionar há algum tempo, hoje está de portas abertas para receber moradores e visitantes. No mesmo recinto funciona a Biblioteca Municipal, espaço este dedicado a leitura e a concentração. Opções gratuitas e culturais que nem todos dão a devida importância, mas que mesmo assim estão disponíveis de segunda a sexta-feira das 7h30min ás 13h30min em frente ao Terminal Rodoviário. 

Visite a Casa da Memória, reviva as trajetórias de nossos ancestrais e conheça sua própria história, pois ela é sua principal fonte de inspiração.


Você pode marcar visitas no período da tarde e nos finais de semana, desde que tenha um agendamento prévio. Entre em contato aqui!


Francisco Cavalcante de Sousa
Editor-chefe de "Jaguaribara em Foco"

Curta e compartilhe

0 comentários:

.
--
Copyright © 2013 Jaguaribara em Foco. Blogger Template by BloggerTheme9
Proudly Powered by Blogger.
back to top